D
D
D

Título original: Celtic Fairies, Hadas Celtas Cartas desenhadas por Mark McEroy e Eldar Minibaev 78 Cartas de 66 X 120 mm. • Editora: Lo Scarabeo Inclui pequeno livrinho explicativo em Espanhol, Francês, Inglês, Italiano e Alemão. [...] VER DETALHES VER PRODUTOS RELACIONADOS


20.50 
  • REFª: 00745

Quantidade: *


Saiba Mais


FADAS CELTAS - BARALHO DE TAROT - 78 Cartas 


Baralho de 78 cartas, que servem para adivinhação e a meditação.

SOBRE ESTE BARALHO DAS FADAS CELTAS

O encantado, maravilhoso e sideral mundo das fadas emerge da mitologia celta em um turbilhão de cores, sensações e emoções tão antigas quanto o ar ou a própria pedra. A fronteira entre os dois mundos sempre esteve próxima, mas um coração inocente pode olhar para o outro lado. Veja essas imagens e entre em outro reino. A vibrante imaginação rica cria uma experiência cheia de maravilhas, monstruosidades e curiosidades. Quando o véu entre nosso mundo e o das fadas celtas é escasso, tudo é familiar e estranhamente entra em nós. Aproxime-se dos limites desses dois mundos e encante-se.

Desconhece-se a verdadeira origem do Tarot. A maior parte dos autores que conhecem bem o tema compartilham a opinião de que a introdução e primeira difusão na Europa e em todo o mundo ocidental deve-se aos zíngaros ou ciganos.

Segundo a tradição Hermesiana, duas chaves ficam ainda por decifrar... a da Astrologia e a do Tarot... no interior da grande pirâmide, na qual há um corredor que conduz por debaixo e através dos pés da esfinge até um templo de iniciação egípcia. Ao longo das paredes deste templo há tábuas ou cartazes das cartas do Tarot até um total de 108, das quais nós apenas conhecemos 78 (as que foram chamadas de Tarot esotérico), mas há outras 30, que constituem as tábuas do Aeth ou Tarot esotérico, as quais ainda não foram representadas no plano físico.

Há pessoas que acreditam que os Tarot's foram descobertos pelos cabalistas judeus de Fez no ano 200. Podemos aceitar que a última grande autoridade sobre o Tarot não foi hebreu, mas sim um egípcios, do mesmo modo que a última autoridade da cabala parece ter sido um hebreu, que não um cristão.

O Tarot compreende 22 Arcanos Maiores ou chaves, enumerados de 0 a XXI, relacionados por muitos autores com 22 letras do alfabeto hebraico pós-babilónico, e 56 Arcanos Menores, formados por 4 naipes e 14 cartas cada um, enumeradas de 1(o Ás) a 10, mais pajem, cavaleiro, rainha e rei.

Há no Tarot algo de magnético e fascinação. Não há duas pessoas que tenham a mesma reação perante essas estranhas cartas, mas não há dúvida de que ninguém esquece a primeira vez que as vê ou vai sentar-se como consultante na mesa de um intérprete experiente. Servem para analisar a mente e o espírito. Tiram do subconscientes os receios e as angústias.


O "Tarot Vision Quest" ("Em Busca da Visão"), tem o propósito de, usando a sabedoria dos xamãs, aumentar nossa consciência das forças cósmicas e as formas como elas influenciam o nosso caminho individual.
Este Tarot indica-nos como enfrentar os desafios ao apresentar claramente situações que irão permitir um desenvolvimento pessoal.
Com o seu simbolismo poderosamente claro e simples, este tarot conduz-nos para um espaço de profundo conhecimento interior.

Inclui um baralho de 78 cartas e um pequeno livro de instruções.